Projeto abre 200 Vagas para diversas áreas para PCD – 21.03.2019

A Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus/DF) fez uma parceria com a Rede Alub de Educação para auxiliar a empresa na contratação de funcionários com deficiência. O processo seletivo, realizado em fevereiro, reuniu aproximadamente 60 candidatos, no auditório da Coordenação de Promoção de Direitos de Pessoas com Deficiência (Promodef). Foram contratadas seis pessoas a partir desta ação para o cargo de agente administrativo.

“Essas iniciativas são importantes porque reúnem as empresas, que precisam cumprir a Lei de Cotas, e as pessoas com deficiência que estão à procura de um espaço no mercado de trabalho. Mas é fundamental que essa contratação não seja vista apenas como uma obrigação legal. Precisamos romper com o preconceito e a discriminação”, avalia o secretário da Sejus, Gustavo Rocha.

De acordo com a Lei das Cotas (Lei 8213/91), as empresas com mais de 100 colaboradores devem ter em seu quadro de funcionários de 2% a 5% de pessoas com deficiência.

A ação deu-se por meio da Subsecretaria de Direitos Humanos (SDH), à qual está subordinada a Promodef. “As pessoas com deficiência devem ser vistas como profissionais capazes e competentes para contribuir com o desempenho das empresas”, avaliou o subsecretário de Direitos Humanos da Sejus, Juvenal Araújo.

A Promodef tem entre as suas atribuições encaminhar pessoas com deficiência para o mercado de trabalho, além de estimular e divulgar projetos e ações de fortalecimento da qualificação profissional. Nos dias 27 e 28 de março, a Sejus-DF realizará um processo seletivo para a contratação de mais pessoas com deficiência, com a participação de 25 empresas, na Estação do Metrô da 112 Sul.

Esse conteúdo poderá ser replicado mediante citação da fonte e com o link apontando para a publicação original!

DEPOIMENTOS